terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

E depois das [vagabundagens das] férias

As coisas começam a correr, e se você não vai atrás fica atrasado.

Curti tanto ficar sem fazer nada no meu ócio tedioso, ou no meu tédio ocioso, que estou meio perdida.

Se alguém me encontrar em alguma esquina por aí, ou numa mesa de boteco, manda eu volta pra vida [real] universitária, porque se não o bixo vai pegar.


Ps: Qualquer semelhança com minha realidade é mera coincidência!

8 comentários:

  1. Ahhh! Normal... as vezes e dificil nos acostumar com o ocio, mas tambem quando nos acostumamos, e mais dificil ainda deixar de gostar dele! Eeeeita!
    E temos todas as razoes pra isso, os gregos veneravam o ocio, e foram uma das civilizacoes mais interessantes da nossa historia!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela presença sempre *-* adooro aqui...
    Tem um selinho pra vc no meu diário.... dá uma olhada... *-*
    http://daniellymeloescritos.blogspot.com/2011/02/mais-um-selinho-o.html

    ResponderExcluir
  3. qualquer semelhança com a MINHA realidade NÃO é mera coincidencia.

    ResponderExcluir
  4. Então bem vinda a vida, ou não exatamente a parte engraçada dela...

    Fique com Deus, menina Nathi.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Livrar-se do ócio! Ah... Eu nem sei quando vou ter isso de novo, mas sempre que posso me entrego pronfundamente a uma rede ao vento e aproveito pra respirar despreocupado.

    ResponderExcluir
  6. Eu não tenho mais idade pra isso...
    Infelizmente. ehehe

    Mas o tédio poderá vir em breve, no meu momento sabático.

    Espero que o ócio não dure muito.

    bjos!

    ResponderExcluir
  7. http://cacerenga.wordpress.com/2011/02/23/recentes-pesquisas-indicam-que/

    "Nathi, se for com você, qualquer filme em qualquer cinema conta...
    :p
    Cacerenga"

    ResponderExcluir

Registre você também o seu pretexto, Obrigada!
=]