sábado, 22 de julho de 2017

coragem

"Escrever é um ato de coragem."

Esta frase não é minha. Se você googlar vai descobrir que muita gente já disse isso antes de mim.
Eu estou aqui só concordando.

Por que escrever é um ato de coragem?

Talvez seja porque temos que mostrar quem somos sem o direito de contra resposta imediata.
Talvez porque eu escrevo e isso está resgistrado para sempre na efêmera eterna via internautica enquanto um google houver, muito mais tempo que uma palavra falada.
Talvez precise de coragem para escrever porque cada pessoa vai ter sua própria interpretação daquilo que eu disse, na verdade, muito provavelmente ninguém vai realmente chegar até a real intenção do que eu quis escrevendo.
Talvez porque escrever seja um trabalho a dois e eu não conheço realmente quem está do outro lado: você.

Escrever requer coragem porque me faz conhecer sombras de mim mesma que não conhecia até este instante.

Muitas coisas aconteceram... estou de retorno.
Estou procurando coragem.

3 comentários:

  1. Escrever faz com que a gente reflita sobre nossas próprias palavras, e não só as outras pessoas. Escrevemos também para nós mesmos.

    ResponderExcluir
  2. Que bom que voltou a escrever algo, faz bem, acho que exercita o nosso poder de observação dos outros e de si mesma, alimenta a nossa subjetividade, expande o universo interior. Acho que expor qualquer coisa que pode ser mais íntima, seja um texto, um trabalho, um retrato, um sonho, deve sempre exigir certo grau de coragem... Escrever e publicar nos deixa mais à mercê dos outros, e isso pode ser assustador... Nesse sentido, o que te assusta mais ao expor seus textos? Para mim, estou refletindo agora, acho que me assusta a possibilidade de pessoas do mercado de trabalho tirarem conclusões negativas ao meu respeito a partir dos meus textos.. E também sinto que me assusta não ser lida por quem importa, porque quando nos expomos assim estamos dando uma chance aos outros de espiar dentro de nós, e acho que me ofende um pouco eu ofertar esse momento tão íntimo e isso não ser valorizado... hahahhaha... Sobre isso, tem um livro legal que estava lendo, mas interrompi para começar outra leitura, chama "A Arte de Perguntar", da Amanda Palmer. É como uma versão ampliada e mais detalhada do Ted Talk de mesmo nome. Vale a pena.

    ResponderExcluir
  3. Coragem, segundo um dos grandes:

    “Passarinho que debruça – o voo já está pronto.” Guimarães Rosa In: Grande Sertão: Veredas.

    Vc já tá voando!

    Quero ver suas aprontações por aqui, viu?

    Bjok

    ResponderExcluir

Registre você também o seu pretexto, Obrigada!
=]