sexta-feira, 12 de agosto de 2011

é?

Diria que ele tem razão, aliás, nunca o ouvi dizer uma bobagem ou mentira. Se bem que ele fala pouco. O negócio dele é olhar, observar, se alimentar das cores e formas. Ele comeu primeiro com os olhos antes de saborear arfante o colostro. Sabia que eu não olho ele nos olhos? Dizem que são castanhos com uns raiozinhos amarelados, como é mesmo que chamam? Isso mesmo, olhos cor de mel. Han. Até parece piada, um homem bruto daquele com "olhos cor de mel". Eu diria que ele não tem nada de doce. Como por quê? A quanto tempo você o conhece mesmo? Pois é, eu já perdi a conta dos anos. Não, não, ele não tem mais de sessenta, não ainda. Mas pelo menos ele viveu tudo que quis, tudo e todas, não é mesmo? Risadas-Ciúmes? De quem? Dele? Jamais, a gente não tem essas coisas quando se está na minha situação, é um relacionamento que ultrapassa o que chamam de "normal" por aí, não, não, não é profissional, é mais assim, diria que é um relacionamento de psico-sobrevivência. Como assim, não entendeu? Eu sou sua musa inspiradora, ele me decifra a mais ou menos um século e a cada dia eu lhe mostro que seu trabalho não está findo, e ele é meu preferido, vivo pra agrada-lo ao berrar com ele, porque é isso que ele faz comigo, me aborrece e ele adora. Não, não é complicado, só é transparente. Sexo? Ah! Tem certeza que você está perguntando isso? Eu posso te garantir que ainda sei onde tudo começa e termina. O que tem no meio também..é o mais importante. Não, já mudou de assunto? Ficou encabulado com o nosso sexo? Ah, claro, perdão a entrevista é sua não minha, aliás, deixa eu só perguntar uma coisa, isso ainda demora?

6 comentários:

  1. Nossa! Esse texto Nathi, realmente prendeu a minha atenção..rsrsrs..
    Só que não entendi quase nada! Eu admiro esse seu jeito de escrever, você convide pra dançar, e conduz a dança, sem perder a postura, nem a segurança. ^^
    Características muitos comuns em Nathallia Villela.

    Saudade!

    ResponderExcluir
  2. ADOREI!! ei Nathi, sempre inesperada!

    ResponderExcluir
  3. Eu também adoro o seu jeito de escrever, Nathi! Desculpe se eu comento pouco... Mas adoro! A cada dia você me surpreende! Eu confesso que entendi pouco o que você disse, mas o importante é fazer sentido para você, principalmente. Clarice Lispector dizia que muitas pessoas achavam sua escrita muito complicada e que ela não entendia muito bem o porquê, mas que, também, às vezes lia algo antigo, e não se entendia... Vai entender!

    ResponderExcluir
  4. Não na verdade falta só mais uma pergunta, se tivesse que escolher gostaria de ser lida ou de ler?

    Aiiii se livro fosse...

    ResponderExcluir
  5. Vivo lendo e deixando que me leiam, poucas pessoas se tocam que sou um "livro aberto"...
    Acho que todo mundo deve ser criador e criatura!

    ResponderExcluir
  6. Gostei do comentário da Paula..^^
    Gosto da forma como Clarice Lispector escreve. Gosto como Nathi escreve... Espero um dia chegar lá!
    Saudade!

    ResponderExcluir

Registre você também o seu pretexto, Obrigada!
=]