segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Palavra do dia: AMOR

Conversei hoje com minha mãe sobre casamento.

Calma, não vou me casar agora, pelo menos ainda!


Mas não é exatamente sobre casamento que quero falar e sim sobre minha visão de como é o Amor.


Para mim o Amor não é algo que simplesmente acontece e pronto, estou apaixonado. Isso é paixão!

Paixão vem sem avisar e sem respeitar nossa vontade! Geralmente é a primeira vista.

Ela é traiçoeira e sedutora. Dura o bastante para deixar uma pessoa com sua vida de cabeça pra baixo e vai embora sem se preocupar com a bagunça que o seu vendaval fez!


O Amor não, ele é cortês, respeitoso, sensível, vem aos poucos, conquistando o seu espaço e preenchendo todos os vazios, aquecendo todas suas geleiras!


O Amor é um verbo, você o faz acontecer, você escolhe ele acontecer, você vive o Amor, você respira o Amor, você cultiva o Amor, você doa o Amor, você recebe o Amor.


Amor é um estilo de vida.

Amor é música, literatura, cinema, gastronomia, pintura, dança, ARTE!

Amor é vida vivida, atitude, ação, mutualidade e altruísmo.


Amor é o que quero resplandecer ao mundo.

P.s:Não me encontro apaixonada, mas amo a todo momento!

16 comentários:

  1. Bom,para mim, a melhor definição de amor é a do I Coríntios 13:

    1 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.
    2 Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.
    3 E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.
    4 O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece,
    5 não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;
    6 não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade;
    7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    8 O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará;
    9 porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.
    10 Quando, porém, vier o que é perfeito, então, o que é em parte será aniquilado.
    11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.
    12 Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte; então, conhecerei como também sou conhecido.
    13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor.

    Não precisa falar mais nada, né?

    =*

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhhhhhhhhhhh
    Debby falou primeiro, ia postar coríntios 13 ahauhauahuahaua

    Pra mim, como para a Debby, essa é a definição magnifica do amor.

    e concordo contigo, Nathi, amor não vem de vez, vem de conhcer, vem com o tempo.... levo tempo pra amar... (Já leu o pequeno principe? Se não, depois procura um trecho em que a raposa definie "CATIVAR")

    até mais...
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Tenho visões sobre o amor. Pode ser uma visão apaixonada, ou cética, racional, ou não. A forma como vemos algo afeta o modo como a vivemos.

    Abraço,

    R.Vinicius

    ResponderExcluir
  4. Amar é um exercício. Um dos exercícios mais espinhosos e também deliciosos que existe. Saber amar é saber viver. Enquanto estamos aprendendo a amar, estamos vivendo. Nunca se é perfeito no amar. Inevitavelmente erramos, ficamos em dúvida no que fazer e vacilamos. Mas quando acertamos, florescemos. Daí saltamos no viver. E cada dia temos mais fome de amar, de amor. É isso que é. Assim sempre será. Eu espero.

    ResponderExcluir
  5. Gente, eu amei o modo como vocês falaram sobre o Amor!

    Concordo em grau,gênero e número!

    E obrigada a todos e principalmente a Debby por ter tido a coragem de por todo o capítulo aqui!Ficou lindo!!

    ^^

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Tema atemporal, universal, essencial.. ;-)

    Ééé... a Debby colocou muito bem colocado... =]
    Amor é o sentimento mais corajoso, mais belo, mais terno, SUPREMO de todos. É aquilo que há de mais forte em nós, aquilo que nos torna imbatíveis. Por ele morremos e por ele vivemos.
    Quando há amor, há espera eterna.
    Quando há amor, há perdão.
    Quando há amor, há respeito.
    Quando há amor, há generosidade.
    Quando há amor, há leveza.
    Quando há amor, há compreenção.
    Quando há amor, há compaixão.
    Quando há amor, há ternura.
    Sem amor, a vida não faz sentido, simplesmente e poucos realmente experimentaram o verdadeiro amor, logo, o verdadeiro sentido da vida.
    Se todos vivenciarem o amor, sublime como é, este mundo seria o paraíso. E tenho o dito!

    ResponderExcluir
  8. Posso ser sincero ao dizer que não preciso dizer mais nada.

    Tudo já foi dito e bem especificado, principalmente depois que Débora colocou 1 Co. 13. Aí, para mim, já tinha fechado.

    Posso dizer que gostei quando você disse que "Amor é um estilo de vida". É poético e bonito, e diz muito.

    Espero que você continue aprendendo com todo esse amor que você tem no coração, filha.

    E que Deus possa estar usando todo esse seu amor para abençoar a vida de muitos. Afinal, uma das finalidades práticas do amor é abençoar ao próximo com ele.

    Xêro, bons estudos.

    p.s: Mas uma paixãozinha de vez em quando vai bem, ou não? ;*

    ResponderExcluir
  9. AH!O texto de 1 cor sendo citado por vários jovens me deixou babando...porque essa é a definição divina para o amor,e sendo que Deus é amor - quem melhor que ele pra nos descrever...e voce pode procurar onde for,todas as outras descrições no fundo se assemelham com essa essa...lindo mesmo.
    Ps: Também gostei do jeito que vc pensa sobre o amor e tenho um adendo aqui: Vc sabe que ama de verdade quando ve o tempo passar com aquela pessoa e fica cada vez melhor.Simples assim.Te esperando no meu blog.Voltei.bjkas e muitas espumas p vc!

    ResponderExcluir
  10. Ah... relaxa, filha. Sempre aparece alguém que queira. Ainda mais praqueles que confiam no Eterno; para esses aparecem até de grandes qualidades..

    Bem, é o que sinto.


    Breve algo sobre paixão.

    ResponderExcluir
  11. Texto belissimo Nathi!
    Assino em baixo! Concordo muito! E o tempo cada vez mais nos mostra o quao isso acontece, ne?
    Amar e cuidar, querer o bem, a felicidade, e sentir prazer em apenas sentir...

    ResponderExcluir
  12. Amei a sua visão sobre o AMOR...
    Embora eu não acredite em paixão/"amor" à primeira vista, creio plenamente no amor cortês, sincero, transformador...

    ...Você falou muiiiiiiiiiiiiiiiiito bem...Acho que tb amo todo o tempo, mas apaixonada...Ixi! tá difícil! rsrs

    ResponderExcluir
  13. Detalhe: I cor 13 é MARA! KKKKKKKKKKKK
    Que galera antenada por aqui...
    Quem dera que todos vissem o Amor como Paulo descreveu...

    Bjus!

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Hoje, eu não ouso tentar definir o Amor.

    Mas é sempre muito bom falar sobre sentimentos.

    Eu também amo todo mundo e todo o mundo!

    =D
    Abraço Nathi!

    ResponderExcluir

Registre você também o seu pretexto, Obrigada!
=]